Nossas Bocas

 

 

Da boca que beijaste febrilmente
Hoje te sobram só lembranças poucas.
Da boca que beijaste mansamente
Hoje só guardas mansas falas roucas.



Da boca de que ouviste tantas frases
Hoje só escutas negação do adeus.
A boca que emitiu juras fugazes,
Hoje só a tens - talvez - nos sonhos teus.



Da boca que eu beijei tão docemente
Hoje só tenho ecos de um só tom.



A boca que beijei avidamente
Hoje só faz-me relembrar o som
Do grito em meu espelho - de repente -
Onde escreveste adeus com meu batom.

Silvia Schmidt
http://www.humancat.com/

 

Recomende a Página

Clique na imagem e envie

para alguém especial

 

Voltar para o Menu Mensagens - Amor

Voltar para a Página Principal

 

Designer by Tiça