Tentando

 

 

 

Vagando pelas ruas,
Procurando em cada rosto
Avistar apenas o teu.
Olho o mar e espero,
Nada vejo...
Sinto no ar tua presença.



Olho o céu e procuro,
Cada estrela cintilante,
Peço que me mostre,
Tua silhueta misteriosa.



Percorrendo as vias,
De repente paro e penso,
Será teu aquele gesto?
Parece que algo me toca,
Toca de leve como a brisa.



Continuo a caminhada,
Na garganta um grito seco,
Chamando por ti,
Mas nada ouço...
Não é chegado o tempo.



Que tempo é este?
Que maltrata e afaga,
Breve chegará a mim,
Longe que insiste,
Apenas em me afastar?
Infinito enquanto existe.



No peito sinto a ânsia
Apenas de te ver.
Fitar-te por instantes.
Sem mesmo saber,
Quem é você?
Apenas fitar...



Quem sabe, te tocar.
Não sei mais se és real,
Se um dia existiu.
Sinto apenas,
algo terno.
Vibrando eterno
Dentro do meu Ser.

 Lenamais

Clique na imagem abaixo e envie para alguém especial.
Você pode enviar para até 10 pessoas.

Recomende a Página

 

Voltar para o Menu Mensagens - Amor

Voltar para a Página Principal

 

Designer : Tiça