Rosa de Hiroshima

 

 

Pensem nas crianças
Mudas, telepáticas,
Pensem nas meninas
Cegas, inexatas,
Pensem nas mulheres
Rotas, alteradas,
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas.

Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa, da rosa!



Da rosa de Hiroshima,
A rosa hereditária,
A rosa radioativa
Estúpida e inválida,
A rosa com cirrose,
A anti-rosa atômica.
Sem cor, sem perfume,
Sem rosa, sem nada

Gerson Conrad/Vinícius de Moraes

 

Clique na imagem abaixo e envie para alguém especial

Recomende a Página

 

Voltar para o Menu Músicas Poemas

Voltar para a Página Principal

 

Designer : Tiça